© 2017 Vanêssa Tölle

Festival Cultural do Brasil em Viena 2013

 

 

Do último dia 01 ao dia 06 de julho a cidade de Viena foi palco do Festival Cultural do Brasil na Áustria, promovido pela Sociedade Austro Brasileira de Educação e Cultura - Papagaio. Diversas atividades culturais como oficinas de pandeiro, de guitarra brasileira e de xilogravura, apresentações culturais, lançamentos de livros e exposições de artes movimentaram a cena cultural austríaca. 

Na noite da terça feira, 03, foi aberto oficialmente o evento no Weltmuseum Wien, o público selecionado, ocupou todos os assentos dispostos no átrio principal no museu. Os seis dias dedicados à Cultura do Brasil trouxe para os austríacos e brasileiros uma realidade cultural diversificada. O Festival Cultural do Brasil na Áustria foi além dos clichês mostrados no exterior de um Brasil “carnavalesco”, ele levou literatura, música, xilogravuras e muita arte brasileira nordestina de extrema qualidade.

 

O primeiro dia de festival foi dedicado às crianças, as escritoras Regina Drummond e Gorete Newton e a ilustradora Taciana fizeram leituras dinâmicas de livros infantis. As crianças participaram ainda da aula lúdica de língua portuguesa e da oficina infantil de xilogravurinhas.

A tarde de lançamento do documentário Mão que Borda da diretora sergipana Caroline Mendonça despertou no público austríaco a vontade de conhecer o Nordeste do Brasil. Além de apresentar o documentário, a Sociedade Austro Brasileira Papagaio organizou uma exposição de bordados do município de Cedro de São João em Sergipe.

 

No terceiro dia do festival foi a vez da Áustria conhecer a literatura brasileira, após a leitura do livro “A Casa das Ausências” do escritor sergipano Ézio Déda, muito aplaudido pelos presentes, o público pode conferir o lançamento do cordel bilíngue dos cordéis de Zezé de Boquim, além do pocket show Heitor Mendonça in Cantoria, um especial do artista ao violão executando as cantorias nordestinas.

O Festival trouxe ainda a exposição intitulada “Brasil em Cores” com obras dos artistas brasileiros residentes em Viena Sheila Mara, Tamara Millers, Cristina Albuquerque, Rosangela Scheinthauer e Marcio Joao Guimaraes, as obras foram expostas na Residência Oficial da Embaixada do Brasil em Viena, espaço cedido pelo embaixador Evandro Didonet.

 

Para a presidente da sociedade austro brasileira Papagaio, Vanessa Noronha Tolle, o Festival Cultural do Brasil na Áustria foi um grande sucesso. “Contamos com a presença de brasileiros, austríacos, embaixadores, jornalistas, enfim, o público foi extenso e de qualidade, então esses resultados só poderiam me deixar muito feliz”, falou a presidente, aduzindo ainda que “Como brasileira organizar e trazer artistas e escritores brasileiros de tamanha grandeza para um evento com mais de quinhentas pessoas na Áustria realmente nos mostra o quanto a nossa arte é maravilhosa no Brasil e no mundo inteiro, essa foi a primeira edição, e na edição 2014 pretendemos ampliar o Festival Cultural do Brasil na Áustria”, informou Vanessa Noronha.

O Festival foi encerrado com o show de lançamento do CD Heitor Mendonça no Weltmuseum Wien, onde a banda fora aplaudida de pé, inclusive com pedido de bis, deixando brasileiros emocionados com as letras das músicas que despertaram a saudade de casa e austríacos maravilhados com o som universal produzido no Nordeste brasileiro.

 

Vanessa Noronha Tolle