© 2017 Vanêssa Tölle

Festival Cultural 2015

Nos dias 29, 30 e 31 de outubro de 2015 a Sociedade Austro Brasileira de Educação e Cultura – PAPAGAIO realizou a terceira edição do Festival Cultural do Brasil em Viena – Brasilianisches Kulturfestival Wien. A finalidade do evento é promover a cultura brasileira através de uma diversificada programação artístico-cultural, buscando gerar um espaço de conhecimento, divulgação e internacionalização das artes e do turismo do Brasil na Europa. 

Trata-se de uma ação promovida pela Sociedade Austro Brasileira de Educação e Cultura - PAPAGAIO, organização não governamental sediada em Viena, cujos principais parceiros são o Weltmuseum Wien e a Embaixada do Brasil, que reconhecem a importância da difusão da cultura brasileira no exterior, por meio do acesso e do conhecimento ao patrimônio cultural do país. A Sociedade PAPAGAIO tem como fundadora a pedagoga brasileira Vanessa Noronha Tölle, organizadora e idealizadora do Festival Cultural. 

A primeira edição do evento foi realizada em julho de 2013, cujo o foco foi a Cultura do Nordeste do Brasil. Em outubro do ano seguinte ocorreu a segunda edição, que contou com uma intensa participação do público local, bem como uma positiva repercussão na mídia europeia e brasileira. Em sua terceira edição, o festival contou com atividades envolvendo literatura, fotografia, audiovisual, música, dança e artes plásticas, que foram apresentadas por meio de intervenção artística, ação educativa, exposições, oficinas, lançamento de livros, shows e projeções de documentários. 

A artista plástica e escritora Márcia Guimarães lançou seu livro “Inquietudes”, expondo também suas belas aquarelas com a curadoria de Mário Britto.

O artista Chiquinho do Além Mar fez parte da Mesa Literária com a temática sobre o Cordel e tivemos o lançamento do Livro Pinaúnas - Estilhaços de Estrela do artista Guel Silveira e participação da Editora Arara que apresentou a literatura brasileira traduzida para o alemão. O conceituado fotógrafo Márcio Garcez participou com duas exposições: “Barco de Fogo” exposta anteriormente em Recife (Pernambuco/Brasil) e Salamanca (Espanha), com a curadoria de Rosana Eduardo e Vanessa Tölle, bem como “Manifestações Culturais Sergipanas”, sob a curadoria de Mário Britto. 

O Festival Cultural também contou com a presença de talentosos artistas na área musical, a exemplo do cantador de hinos, compositor e músico Eliezer Setton, que trouxe na bagagem o tradicional forró nordestino. Fazem parte deste grupo Gabriel Moraes, Thatiana Gomes e Matheus Jardim, que juntos fizeram um tributo a Luiz Gonzaga e Dominguinhos, além do trio Forró de Mala e Cuia com seu autêntico forró-pé- de- serra. No campo do audiovisual houve a projeção de documentários do diretor Pascoal Maynard, que retratram as múltiplas faces da cultura do Nordeste do Brasil. 

O evento contou ainda com a participação de artistas brasileiros residentes na Europa, como é o caso da artista plástica Rosangela Scheithauer, que foi responsável pela intervenção artística. Neste âmbito também estaeve presente o Bloco Coração, que conta com mais de 40 componentes de diversos países europeus, além da participação do Trio Vila Lobos e o grupo de chorinho intitulado Choro Ensemble Wien. Durante o Festival aconteceram oficinas de dança em parceria com o Forró Viena e oficina de violão percussivo com Jaques Setton.

Links sobre o Festival 2015